AIP promove exposição histórica

11863339_10207476164044962_7817326716122079361_nOs 84 anos de fundação da Associação da Imprensa de Pernambuco começa a ser comemorado com a exposição itinerante e bate papo. A exposição conta um pouco da história da AIP que também é a história do jornalismo pernambucano. A iniciativa do presidente Múcio Aguiar é tornar cada vez mais próxima a entidade dos estudantes de jornalismo e dos novos profissionais.
Dia 20/08, das 9 às 21 horas, no pátio da Faculdade Joaquim Nabuco, Centro do Recife.

AIP e ARFOC iniciam parceria

WP_20150715_10_31_15_ProO presidente da AIP, jornalista Múcio Aguiar, recebeu na manhã de hoje (15) o presidente da  Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos da Imprensa de Pernambuco (Arfoc-PE),  Anderson Stevens e os conselheiros Ricardo Fernandes e Edvaldo Rodrigues. A visita teve o objetivo de aproximar as duas entidades e iniciar ações conjuntas.

Lei Ricardo Costa

NOTA OFICIAL

A Associação da Imprensa de Pernambuco vem a público expressar sua discordância para com a Lei Ricardo Costa (15.516, de 27 de maio), cujo teor é um grave instrumento de cerceamento da liberdade de expressão, garantida em nossa Constituição Federal. Ao buscar limitar a presença dos artistas nas ruas, avenidas, praças e parques do Estado, a Lei caça um direito constitucional conquistado com suor e sangue do povo brasileiro, e vai de contra a história libertária do Estado de Pernambuco.

Solicitamos o assessoramento da Associação Brasileira de Imprensa para em momento próximo ingressar com ação de inconstitucionalidade da fria Lei.

Recife, 03 de junho de 2015.

MÚCIO AGUIAR

Presidente

Deputado pede apuração de assédio à jornalista

Internet

Internet

A retaliação sofrida por um jornalista, devido à veiculação de uma notícia, em Carpina, na Mata Norte, foi alvo de pronunciamento do deputado Antônio Moraes (PSDB), nesta segunda (18). Segundo ele, Ramos Silva noticiou a ocorrência de atividades irregulares na Casa das Juventudes da cidade, o que teria provocado represálias por parte de um delegado e de um secretário municipal.

De acordo com o parlamentar, o jornalista repercutiu matérias de blogs da região e da capital, que noticiaram reclamações de moradores do município sobre a realização de festas noturnas na entidade. “O que era para ser um espaço de referência, com atividades educacionais e culturais, está motivando a desordem urbana e estimulando o uso de álcool e drogas”, afirmou.

Segundo o deputado, Ramos Silva foi convidado a ir à delegacia do município e, lá, pressionado a anunciar, nos mesmos veículos em que a notícia foi divulgada, que a informação era falsa, mas o jornalista se negou. Antônio Moraes lembrou que Ramos Silva é um profissional conceituado, que tem um jornal que circula há 15 anos na Mata Norte e um programa de rádio. “Ficamos surpresos com a atitude das autoridades e esperamos que a questão seja apurada. Coloquei-me à disposição do jornalista”, frisou.

Residente em Carpina, o deputado Botafogo (PDT) fez coro às queixas “Também quero externar minha indignação. A casa fica na rua onde moro. Passo lá várias vezes e nem sequer está aberta durante o dia. Só funciona à noite”, aparteou.

Fonte: Portal ALEPE

Nota Oficial

A Associação Brasileira de Imprensa deplora o comportamento da Secretaria da Juventude de Carpina ao se envolver em um episódio que extrapola os limites de sua atuação legal.

Não é da competência de uma repartição municipal imiscuir-se em questões que envolvam notícias veiculadas pela Rádio Jornal do Recife ou em qualquer outro órgão de comunicação. Essa interferência indevida é inaceitável por representar grave ofensa à Liberdade de Imprensa e à própria Constituição, num Estado Democrático de Direito.

As pressões promovidas pela Secretaria da Juventude contra o jornalista Ramos Silva, através de autoridade policial, também são passíveis de punição, de acordo com o Código Penal.

A ABI espera que o Prefeito e o Governo de Pernambuco restabeleçam o primado da lei no Município de Carpina.

O afastamento do Secretário da Juventude se impõe, como medida exemplar, diante dos danos causados à imagem de um Estado que, historicamente, sempre foi um intransigente defensor das liberdades.
DOMINGOS MEIRELLES
Presidente da ABI

Nota Oficial

A Associação da Imprensa de Pernambuco manifesta seu apoio ao jornalista Ramos Silva por ter sido chamado a depor na Delegacia de Carpina, em razão de queixa do secretário de Juventude daquele município, pedindo a retratação do profissional, por este ter noticiado no Programa Super Manhã, apresentado por Geraldo Freire, na Rádio Jornal do Recife, o uso da área externa da Casa das Juventudes de Carpina como ponto de encontro para festas particulares, gerando dúvidas quanto às prática dos participantes das mesmas.

Ao exigir retratação em troca da não denúncia, o secretário de Juventude demonstra sua despreocupação para com o principal fato: a apuração da verdade, do uso da área externa da Casa das Juventudes.

A tentativa do secretário municipal é de macular a liberdade de imprensa, tentando coagir um jornalista que, no uso do seu direito constitucional, apenas cumpre um princípio democrático.
A democracia passa longe da censura, não podemos repetir a triste história do Golpe de 1964, que hoje tenta relembrar o secretário de Carpina.

MÚCIO AGUIAR – Presidente
Associação da Imprensa de Pernambuco – AIP