Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/mdmucio/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/operations.class.php on line 2722

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/mdmucio/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/operations.class.php on line 2726

Warning: "continue" targeting switch is equivalent to "break". Did you mean to use "continue 2"? in /home/mdmucio/public_html/wp-content/plugins/revslider/includes/output.class.php on line 3624
Jornalista é agredido por bolsonaristas em manifestação no Rio - aip

Jornalista é agredido por bolsonaristas em manifestação no Rio

Após denúncia da AIP prefeito exonera secretário
maio 15, 2020

No último domingo (23), em uma manifestação que reuniu, segundo a organização do evento, torno de 10 mil pessoas em favorecimento ao presidente Bolsonaro no Rio de Janeiro, jornalista da CNN acabou sendo agredido verbal e fisicamente. O jornalista, Pedro Duran da CNN Brasil, estava fazendo a cobertura sobre o movimento. Ele precisou ser escoltado pela polícia que estava no local para sair de lá.

Embora o presidente estivesse nesta mesma manifestação, ele não estava  presente no momento do acontecimento. O passeio de moto de Bolsonaro se iniciou na zona oeste do Rio e prosseguiu até à zona sul. Ao fim do passeio, o presidente deu um discurso em cima de um carro de som junto ao ex-ministro e general Eduardo Pazuello. O discurso de Bolsonaro foi contra o fechamento do comércio para combater a covid-19.

De acordo com vídeos divulgados pela internet o jornalista foi intimidado com xingamentos. “Vagabundo”, “lixo”, “bandido”, “comunista”, entre outras coisas. Além disso, segundo a UOL, Pedro recebeu socos e pontapés dos manifestantes que estavam no local.

Um dos apoiadores que estavam próximo ao jornalista chegou a tentar impedi-lo de se retirar do local com uma bandeira em sua frente, mas os policias o retira da frente e prossegue com a rota de fuga.

Houve algumas palavras de apoio de colegas de trabalho do jornalista Pedro Duran:

“Minha solidariedade ao Pedro Duran pelas agressões sofridas hoje durante a cobertura do passeio presidencial pelo Rio. Na briga irracional de torcida que o nosso país vive, a verdade e, por consequência, os jornalistas foram escolhidos como alvo. Não recuaremos!”, escreveu o apresentador Márcio Gomes.

“Ao colega @pedromeletti, hostilizado hoje em manifestação negacionista no Rio de Janeiro, minha solidariedade. Quem trabalha com fatos e mostra a verdade, incomoda” escreveu também a jornalista Basilia Rodrigues, da CNN.

A correspondente da CNN em Goiás escreveu, “Não normalizem o ataque a imprensa! É inaceitável!!!! Que cena difícil de assistir.Toda solidariedade e força ao @pedromeletti”.

A CNN publicou uma nota de repúdio em que diz, “A CNN Brasil repudia veementemente qualquer tipo de agressão. Acreditamos na liberdade de imprensa com um dos pilares de uma sociedade democrática. Os jornalistas têm o direito constitucional de exercer sua profissão de forma segura, para noticiarem fatos, dentro dos princípios do apartidarismo e da independência”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *